Violência na FCSH

Na passada Terça feira, dia 7 de Março 2017, um “grupo violento ligado à extrema-direita” confrontou a AE da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.
Esta mentira foi partilhada pela AE, por certos membros da direção da universidade, pelos media e por deputados dos partidos a qual estes membros estão ligados.

Foi posto em causa as ligações desta AE com o Bloco de Esquerda, o que é mentira porque esta AE é claramente neutra, imparcial, apartidária, perfeita e moralmente superior, como se pode ver através destas imagens…

———————————

Carta de protesto que foi entregue à Direcção da FCSH:

“Excelentíssima Direcção
da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa,

No seguimento do cancelamento da conferência “Populismo ou Democracia? O Brexit, Trump e Le Pen em debate”, que deveria decorrer hoje, 7 de Março de 2017, vimos por este meio mostrar o nosso desagrado com essa decisão. O nosso país orgulha-se de ser democrático, tolerante e seguro. E se tal decisão não pode por nós ser esquecida como se ‘nada fosse’ é porque ela vem ferir precisamente o Pluralismo, a Tolerância e a Segurança no interior de uma Instituição Pública directamente subordinada à vossa responsabilidade!

O facto de se vacilar perante a ameaça à ordem pública por parte de grupos de extrema-esquerda cancelando a Conferência, demonstra fraqueza e ‘recompensa’ quem assim ameaça, com total impunidade, a vossa própria autoridade. Desse modo, se revela não só uma incapacidade de defender o Direito mas também os direitos mais legítimos de todos… Haverá que compreender que se não estivermos dispostos a lutar pelos nossos direitos é porque de facto não os merecemos. Ao hesitarmos perante a mais pequena ameaça abrimos de imediato um precedente. Estes grupos violentos não podem ‘fazer a lei’. Ninguém lhes confiou qualquer autoridade e à Direcção de uma prestigiada Universidade Portuguesa cabe, mais do que a qualquer outra pessoa, a defesa das nossas Liberdades, sobretudo da Liberdade de Expressão pois sem ela nunca seremos verdadeiramente livres!

Hesitar perante a simples ameaça do uso ilegítimo da força física transmite a impressão que de facto não vivemos num país seguro… Dá a ideia de que Portugal é uma ‘anarquia’ ou um ‘sítio’ em que vigora a lei do mais forte. Não! Existem instituições democráticas em Portugal e estas ainda funcionam. Caso se temesse pela segurança da conferência o recurso ao cancelamento parece-nos despropositado, além de, no fundo, vir satisfazer as ilegítimas pretensões de alguns provocadores e desordeiros! Se um jogo de futebol, puro entretenimento, não é impedido de se realizar por medo de confronto entre adeptos – porquê, então, cancelar uma conferência com um Professor de renome num espaço universitário próprio?

Fazemos um voto para o futuro: independentemente do quão difícil o seja, a luta pelos nossos valores valerá sempre a pena. Portugal não foi criado por homens fracos que baixaram os braços perante primeira ameaça – mas feito por quem foi exactamente o contrário disso: Homens dispostos a ir mais longe e a lutar pelo que mais acreditavam.

Com os melhores cumprimentos,

Um grupo de Jovens Revoltados”

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s